top of page

AGENDA | sÀBADO 08/04

13
dj tetê
 

15h 
oficina teatro ritualístico

12-14h 
almoço

16h20 
bailinho na cachu 
chave de mandril
 

A fusão harmônica das divergentes influências dos integrantes da Chave resulta em um som que foi batizado de “Hard Mpb”. Com muita energia, ritmos cheios de swing e musicalidade, a banda de Ponta Grossa (PR) faz versões em seu estilo único de clássicos e não tão clássicos da música brasileira. O som da Chave tem na essência a mpb, com raízes no baião, funk, rock psicodélico, tendo como referências ícones da música brasileira como Di Melo e Jards Macalé, indo de Alípio Martins a Tom Zé, dando uma passada por Tim Maia e Os Mutantes, até nomes atuais como Metá Metá e BaianaSystem.

18h 
jam session

19
yeti tropical

Yeti Tropical é o power trio instrumental formado pelo guitarrista Henrique Russo, o baixista Augusto Aguieiras e o baterista Vinicius "Piralinda" Pacheco. O conjunto tem a proposta de explorar e combinar diferentes estilos, ritmos e texturas musicais. Formada no ano de 2019, com as mais diversas influências que passam pelo Fusion, Funk/Soul, Stoner rock, Blues rock, R&B progressivo, neo-psicodelia, sempre com a brasilidade no DNA. Buscando uma sinergia entre os diferentes estilos com muita experimentação dentro do processo criativo. 

20h
hoovaranas

Formada por Jorge Bahls (19 anos/baixista), Rehael Martins (20 anos/guitarrista) e Eric Santana (22 anos/baterista) no início de 2018 em Ponta Grossa, interior do Paraná, a Hoovaranas vem conquistando cada vez mais espaço na cena independente e alternativa brasileira com suas canções instrumentais que mesclam Post-Rock, Jazz, Rock Progressivo, Shoegaze, Rock Psicodélico e Música Popular Brasileira. Tão logo se torna audível a conexão e sinestesia entre os integrantes, que surpreendem pela técnica e também pela emoção com que se expressam, individual e coletivamente.

21h30
mambaia

Uma encruzilhada de ritmos amefricanos, através da formação de afrobeat instrumental brasileiro, apresenta um repertório mergulhado na diversidade da música afro-latina. A banda paranaense está produzindo seu primeiro álbum autoral e terá a alegria de apresentar suas músicas inéditas no Festival dos Pássaros Alternativos.
Mambaia é Aline Garabeli no teclado, Felipe Oliveira no Baixo, Eric Santana na bateria, Fernando Bertani na guitarra e percussão, Anthonny Felipe no Sax tenor, Nicolas Salazar no Sax barítono, Fábio de Souza no Trompete e Flugelhorn e Bernardo Riccio na Percussão.

NPS_3096.jpg

23h
isabela huk

Isabela Huk, cantora pontagrossense, tem realizado seu trabalho autoral nos ultimos anos. A artista já foi participante do Reality Show "The Voice Brasil, em sua quinta edição. Agora esta em processo de divulgação do seu EP intitulado 'SUBVERSO', juntamente com outros singles lançados posteriormente. Isabela Huk é acompanhada por uma banda que é composta por integrantes que fizeram parte de todo o processo criativo.

0h30
pitombas
do amor

Pitombas do Amor é uma banda com 5 anos de existência na capital paranaense. Artistas oriundos de Recife, Cristovão e Leo Sodi levaram para Curitiba a sonoridade do brega, com a participação de músicos paranaenses que somam suas referências, que vão do rock ao pós-punk e eletrônico. Um trabalho dançante e que estimula o público a cantar e dançar clássicos conhecidos do brega e também composições próprias.

02h-05h 
dj toom
(tropikaos)

 

Amante de música brasileira e colecionador de discos DJ Toom tem em sua vertente o rap, trap e funk. Onde passeia entre os estilos, trazendo um set completo e original para cada rolê. Essa mistura diferente já o levou a abertura em shows de diversos nomes do rap, como: FBC, Febem, Salvador da Rima, Victor Xamã, DJ KL Jay, DJ Cia e do Funk: MC Paiva, Ryan SP, Bonde do Tigrão e DJ Piu, Katrip.

bottom of page